As diferentes utilidades das motos Part IX

As motos das categoria esportiva são sem dúvidas as mais bonitas e estilosas. Mas não é apenas isto que essa categoria oferece, potencia e desempenho são sinônimos de motos esportivas e suas variedades são incríveis. Continuar lendo As diferentes utilidades das motos Part IX

As diferentes utilidades das motos Part VII

Saber quais são as melhores motos para cada circunstancia é importante na tomada de decisão na hora de comprar uma motocicleta. Fique atento as diferentes utilidades das motos e compre a ideal para o seu estilo de uso. Continuar lendo As diferentes utilidades das motos Part VII

As diferentes utilidades das motos Part IV

Ter um veículo versátil e econômico gera muita comodidade. É por isso que as motos são cada vez mais populares no Brasil. Adicionar economia, agilidade e praticidade formam os ingredientes perfeito para seu veículo. Continuar lendo As diferentes utilidades das motos Part IV

As diferentes utilidades das motos Part II

As motos possuem diferentes utilidades e a adaptam a muitas circunstancias do vida e também do dia-a-dia. Seus usos podem variar de veículos exclusivos para ir para o trabalho, passear, viajar, ou mesmo como principal transporte e também como forma de lazer. Continuar lendo As diferentes utilidades das motos Part II

As diferentes utilidades da moto Part I

A moto tem se mostrado um veículo muito versátil e muito popular no Brasil e suas funções são inúmeras e incrível maleabilidade de sua condução. Podem ser utilizadas para ir para o trabalho, como transporte ágil para todas as utilidades e também para a pratica de lazer. Saiba tudo sobre motos. Continuar lendo As diferentes utilidades da moto Part I

Andar de moto em grupo – algumas regras – Parte II

Andar de moto em grupo – algumas regras – Parte II

No post anterior, analisamos 3 regras importantes a serem seguidas quando se viaja de moto em grupo. Conheça mais algumas:

4 – Quando um grupo tem mais de 6 a 8 motos, estes devem ser partidos em dois ou mais grupos, de modo a que cada grupo tenha no máximo 8 motos. Se a divisão do número de motos pelo número de grupos não der um valor igual para cada grupo, então o grupo maior deve seguir na frente e o grupo menor deve seguir atrás. Em cada grupo deve sempre existir um road leader e um back leader.

5 – Dentro dos possíveis, o road leader deve manter uma velocidade constante. Se viajarem em auto-estrada, e se a moto do road leader possuir cruise control, este deve ser utilizado de modo a manter uma velocidade constante.

6 – Ao se organizar um percurso e as respetivas paragens, deve ser considerado qual a moto com menor autonomia de modo a considerar em que locais se deverá parar para abastecer. No entanto, se por algum motivo alguém necessitar efetuar um abastecimento não programado, este deve sair da fila e ultrapassar em segurança, tomando a posição de road leader até à estação de serviço seguinte. Regressando à estrada, este deve retomar o seu lugar.

Não deixe de ler os próximos posts e conheça mais algumas regras que o ajudarão a fazer viagens de moto em grupo com segurança.

Viajar de moto – de Lisboa a Veneza (Parte XV)

Viajar de moto – de Lisboa a Veneza (Parte XV)

Após jantar em Ravenna, estará na hora de você arrancar para os últimos 150
km do percurso de 2500 km entre Lisboa e Veneza. O objetivo é fazer a viagem
de modo a conseguir chegar ao hotel por volta das 22h. Aproveite para fazer
o Chek-in, arrumar as suas coisas e dormir bem pois o próximo dia será em
grande.

No dia seguinte, levante-se bem cedo de modo a poder aproveitar o dia ao
máximo. Convém também que você tenha tudo bem programado, inclusive a
hora de partida ao fim do dia para iniciar a sua viagem até Milão. Tente estar
fora do hotel, já com o pequeno-almoço tomado, por volta das 8h30.

Para poupar o pagamento de estacionamento, é aconselhável que deixe a sua
moto a cerca de 300 metros da praça de entrada na cidade, junto à capitania
do porto de Veneza, onde não faltam lugares de estacionamento gratuito para
motos.

Inicialmente, talvez você estranhe a sujidade e a confusão, mas depois
acabará por se acostumar. Provavelmente, você se irá se aperceber que já
entrou em Veneza quando dubir a Ponte della Constituizone. Aí você verá
centenas de turistas de máquina fotográfica em punho, entrando e saindo, a pé
ou de barco.

Continue a caminhar até uma nova ponte grande, a Degli Scalzi. É só a partir
desse momento que você começará a ter noção daquilo que o espera.

O primeiro aspeto interessante que poderá observar é a aus~encia de barulho.
Você ouvirá alguns sons, mas é tudo muito silencioso… Tão silencioso que
você chegará a estranhar a ausência do barulho dos carros, das buzinas, etc…
O silêncio é tal que quase dá para ouvir as máquinas fotográficas dos turistas a
disparar.

Também as sensações visuais são bastante interessantes. Mas, sobre isso
falaremos no próximo post.

Torne-se um bom viajante de moto – Parte III

Torne-se um bom viajante de moto – Parte III

Nos posts anteriores, falamos sobre algumas coisas que você precisa saber
para se tornar num bom viajante de moto. Mas, neste post iremos falar para
você sobre uma coisa fundamental: – Conhecer bem a sua moto

Faça todas as revisões à sua moto, sempre com bastante antecedência.
Algumas dessas devem ser feitas em determinados períodos, de modo que
você não deve deixar essas coisas para serem feitas no último minuto, nem
quererá deixar a sua moto chegar nos limites…

Faça um curso de manutenção em motos se você é inexperiente. Saber
apenas o básico pode salvar você de um monte de problemas e despesas.
Você não precisa saber tudo, apenas o suficiente para ter uma idéia de como
ir buscar as peças corretas e substituir essas peças em caso de quebra. Visite
o seu concessionário e convença-o a deixá-lo ver e falar com o mecânico,
enquanto ele repara a sua moto. Ofereça-se para pagar um pouco mais pelo
privilégio e dê uma boa gorjeta ao mecânico (afinal, você é uma dor de cabeça
para ele).

Faça também um curso de treinamento de piloto. Qualquer curso para pilotos
de moto pode ser muito útil. Nós recomendamos pelo menos um curso de
reciclagem, e se você não é um piloto muito experiente, recomendamos
fortemente um curso off-road. Um bom curso vai ajudá-lo a evitar erros
dolorosos. Em qualquer parte do mundo você pode encontrar bons cursos.

No próximo post, daremos para você as últimas dicas sobre o que você precisa
fazer para se tornar num bom viajante de moto.